domingo, 7 de setembro de 2014

Flor do Maracujá - Última Noite


JUABP brilha e Veludinho surpreende
Os grupos de quadrilha JUABP(foto acima) e o Boi Bumbá Mirim Veludinho, foram os grandes destaques na noite da última sexta feira 05 do XXXIII Flor do Maracujá.
O espetáculo começou com a apresentação do grupo de dança de toada Yaporanga convidado especial da Federon  que fez bela apresentação preparando o público para receber os grupos participam do concurso. O primeiro nesse naipe a entrar na arena foi o Bumbá Mirim Veludinho(foto abaixo) que realmente surpreendeu os presentes com uma ótima apresentação. “É forte candidato ao título da categoria Boi Mirim”, disse o coordenador dos jurados Joãozinho.
Outra atração que levantou a galera nas arquibancadas e camarotes foi a da quadrilha mirim Rosas de Ouro. A gurizada do bairro Boa Esperança deu um show de dança fazendo com que a quadrilha fique entre as melhores de 2014.
JUABP – Show de efeitos
Com o tema“Céu o Portal do Universo” a quadrilha do bairro Areal da Floresta mostrou o porquê é considerada a “Tsunami do Norte”. A equipe comandada pelo João Big caprichou nos efeitos especiais e transformou a arena no Flor do Maracujá num espetáculo de luz e beleza. Para alguns quadrilheiros a JUABP abusa do “brilho” em suas indumentárias o que gera muiitas críticas pelos tradicionalistas. “Não temos culpa se os outros não inovam” desabafa Big. O certo é que a quadrilha da Mary Cyanne proporciona a quem a assiste um espetáculo fora de série, principalmente para as pessoas que preferem assistir pela televisão. Dependendo da análise de cada jurado a JUABP está na disputa direta do título. “Vamos esperar apenas a Girassol e a Rádio Farol” lembrou João Big.

Os Grupos deste domingo
A última noite do Flor do Maracujá é reservada para as apresentações dos grupos que foram campeão na última disputa no caso em 2012, sendo assim a partir das 20h00se apresentam: quadrilha mirim Rádio Farol; boi mirim Brilhantinho; quadrilha adulta Rádio Farol e boi bumbá Az de Ouro. Na Ilha Banda de Pagode.




 
Lenha na Fogueira
Não podemos deixar passar em branco, a falta de respeito para com o público, coordenação, patrocinadores, barraqueiros, governo municipal e governo estadual e imprensa de modo geral que aconteceu na noite da última sexta feira no Arraial Flor do Maracujá

*********
Dos anos que estamos cobrindo a festa pelo Diário da Amazônia e lá se vão 20 anos, jamais havíamos registrado tamanha falta de responsabilidade por parte de um grupo folclórico como a que registramos naquela noite.
*********
Estamos nos referindo ao Grupo Folclórico Boi Bumbá Vencedor que deixou de se apresentar, aliás, não compareceu para se apresentar sexta feira dia 05.

********
Há alguns dias, o então presidente Edvan protocolou na Federon oficio comunicando que havia renunciado a presidência do grupo juntamente com seu vice presidente. O documento inclusive esta reconhecido em Cartório.

********
Segundo o estatuto da agremiação, quem assumiria a presidência era a secretária, como de fato aconteceu. Porém, o negócio não ficou apenas na troca de diretoria, foi muito além. Afetou o Ego de alguns. Mesmo o Edvan tendo renunciado, se prontificou a continuar contribuindo com o grupo.

********
Mais queria mandar, coisa que não conseguiu porque a presidente realmente assumiu o comando. Diante disso o Edvan retirou sua contribuição que nada mais, nada menos, era ter “bancado” todo o material de todos os integrantes do grupo além dos instrumentos (tambores da marujada), inclusive alegorias e o Boi ficou sem estrutura nenhuma. O que segundo a secretária da Federon causou também a renuncia da diretoria que havia assumido a vaga do Edvan e do seu vice.

********
O resultado foi que o Vencedor não se apresentou no Flor do Maracujá e pode ser punido com sua eliminação dos quadros da Federon.

*********
Sabíamos que o pessoal do Vencedor era revoltado, mas, jamais imaginamos que a revolta fosse uns contra os outros do próprio grupo. “Em casa que muitos mandam não tem comando”.

********
Lamentamos a falta de responsabilidade da equipe do Vencedor, um grupo que a cada ano vinha crescendo e este ano tínhamos informação, de que viria para brigar pelo título. Infelizmente deu no que deu. Faltou compromisso com a nossa cultura popular.

********
Dizem que a desavença começou lá pro rumo de Humaitá. O Edvan cujo maior trabalho nos meios folclóricos foi tentar desestabilizar os grupos contrários através de propina. Agora viu o feitiço se voltar contra o feiticeiro!Diz o ditado: “Aqui se faz, aqui se paga”.

********
O mais engraçado disso tudo, é que após serem expulsos (agora sim) do Vencedor, correram e se ofereceram para colaborar na apresentação de hoje do Boi Az de Ouro.

*********
Se eu fosse o Silfarney não aceitaria, mas como o Az segundo nossas fontes, andava meio ruim das pernas aceitou e agora vai pro Maracujá em condições de conquistar o Bi Campeonato.

********
É como diz o Luciano Hulk: Loucura, loucura, loucura!

********
O certo é que nossas entidades folclóricas não podem dar guarida aqueles que denigrem a imagem dos grupos perante a sociedade. Que a atitude dos dirigentes do Boi Vencedor sirva de exemplo do que não se pode fazer na direção de um Grupo social.

********
Fico sentido com os colegas que se deixaram levar pela conversa do pessoal do Vencedor e vai ficar sem brincar no Flor do Maracujá este ano. Perderam inclusive o Veludinho e agora vão ficar chupando o dedo!

********
Independente de qualquer coisa, vou assistir a Rádio Farol no Flor do Maracujá hoje à noite. Vamos lá Rainha!
 




Radio Farol – Porto Velho minha terra, minha vida
 A tradicional quadrilha Rádio Farol se apresenta neste domingo (7), às 21h00, no arraial Flor do Maracujá, com o tema “Porto Velho minha terra, minha vida”, que irá mostrar os lugares e personagens que ajudaram na ascenção do município de Porto Velho, como a Estrada de Ferro Madeira Mamoré e a Catedral Sagrado Coração de Jesus.
Segundo o presidente do Grupo Folclórico e Recreativo Cultural Rádio Farol, Severino Silva Castro, cerca de 50 pares participarão da apresentação. “Vamos surpreender o público presente, um verdadeiro espetáculo, cheio de luxo e muita dança onde não faltará alegria e a excelente performance dos brincantes”, ressaltou Severino.
A Quadrilha Rádio Farol é considerada uma das principais da capital, trabalha todos os anos antecipadamente, para este ano o marcador, Leandro Leires puxará a quadrilha juntamente com os trabalhos dos coreógrafos Luciane Lopes e Nivaldo Santos.
Dentre os casais que se apresentam na brincadeira, o mais importante, ou seja, a razão de ser da brincadeira é o casal Noiva e Noivo no caso da Rádio Farol Lizete da Silva Farias e Cristiano Lima os dois, além de conquistar vários títulos vão surpreender no Flor do Maracujá.
 
HISTÓRICO
 
A Rádio Farol foi fundada em 12 de março de 2012, tendo um total de 10 títulos no arraial Flor do Maracujá. A Quadrilha já se apresentou na Itália, Santa Catarina e Campina Grande, cidade paraibana reconhecida nacionalmente pelo  “Maior São João do Mundo”.

Um comentário:

Daniel /Prest.de Contas/unidEX disse...

Boa tarde Silvio, que tal ter um site http://www.zekatraca.com caso tenha interesse entre em contato comigo, farei um por cortesia e todos que acessarem seu blog serão direcionados ao site. 92098209