sábado, 26 de maio de 2018

BODAS DE OURO A festa em comemoração aos 50 anos de matrimônio de Miguel e Nazaré Silva

Sexta feira dia 25, o casal Miguel Silva e Nazaré Figueredo da Silva renovou os votos matrimoniais, durante cerimônia litúrgica, que aconteceu na igreja Nossa Senhora do Rosário em Porto Velho.
A nave da igreja ficou literalmente lotada pelos filhos, netos, amigos e convidados do casal. O radialista Beni Andrade fez a narração da cerimônia e assim a Missa aconteceu em clima solene.

O Pároco da comunidade padre Marco Antônio solicitou que o casal se posicionasse à frente do altar e iniciou o ritual de Renovação das Promessas do Matrimônio, a jovem Giovanna trouxe as alianças que foram abençoadas com  as bênçãos divinas proferidas pelo padre e como aconteceu há 50 anos, o casal se beijou sendo aplaudidos calorosamente pelo público presente.
Após a Renovação as homenagens prosseguiram e só terminaram com o jantar servido na área externa da igreja.
O cantor Silvinho Santos colocou todo mundo pra dançar ao apresentar um repertório sugerido pelos “noivos”,  cuja maioria da músicas eram clássicos do cancioneiro nordestino como Luiz Gonzaga, Geraldo Azevedo, Zé Ramalho e Alceu Valença entre outros. Miguel e Nazaré foram os primeiros a ocupar o  espaço reservado para os dançarinos e a festa prosseguiu com muita animação, regada a um cardápio baseado na culinária paraense.
O fotografo Rosinaldo fez a cobertura do evento e nos cedeu às fotos que fazem parte dessa publicação.  

Breve história

Miguel Silva como conheceu Nazaré: Sou de Oriximiná e a Nazaré é de Chaves uma cidade da Ilha do Marajó no estado do Para e foi morar em Belém, na casa de uma família que era amiga de uma minha tia,  onde eu morava. Ela tinha 14 anos de idade olhei pra ela, ela me olhou e começamos a namorar exatamente no dia que ela completou 15 anos e o resultado dessa troca de olhares, está completando neste maravilhoso 25 de maio de 2018, 50 anos. Obrigado Senhor!

sexta-feira, 25 de maio de 2018

Lenha na Fogueira - 26.05.18


E agora, acaba ou não, a tal de greve dos caminhoneiros. Aliás, apesar de todos estarem postando que se trata de greve, na minha humilde opinião é apenas Movimento. Movimento de paralisação do Sistema de Transporte no Brasil.
*********
Que diacho de negociação foi aquela que aconteceu quinta feira 24, no Planalto envolvendo representantes do governo federal e representantes dos caminhoneiros? Aliás, os caminhoneiros alegam que seus representantes verdadeiros se retiraram da reunião antes do veredicto final.
*********   
Pelo que ficou entendido, o governo atendeu as reivindicações dos proprietários de empresas de transportes rodoviários e não os caminhoneiros verdadeiros.
*********
Sendo assim, a verdadeira categoria, se rebelou e não retirou suas carretas das estradas, com isso todo mundo está sofrendo. Sofrendo com a falta de combustível, com a falta de gêneros alimentícios em especial os comercializados nas feiras como verduras, legumes e tubérculos,
********
Daqui a pouco vamos ficar com a cueca na mão, pois, não haverá água pra lavar a roupa suja, Roupa suja que deve estar sendo “lavada” pelos gabinetes dos poderosos empresários do setor de transporte e nos gabinetes dos políticos de Brasília.
*********
O Brasil, como se diz no popular, virou a “Casa da Mãe Joana”. Todo mundo manda e ninguém obedece. Agora tão falando que vão colocar as forças armadas para forçar os motoristas caminhoneiros a desbloquear as estradas.
*********
Pode ser que der certo, porém, acho que muita gente vai sofrer recebendo bala de borracha nos “cornos” e outros, verão para brisa de suas carretas danificadas por pedras. Isso pode se transformar numa guerra sem fim,
*********   
Enquanto o governo mede forças com os caminhoneiros, o povo sofre a falta de gêneros alimentícios e o que é pior, sem poder se deslocar, já que não existe combustível, para abastecer a frota de ônibus e nem tão pouco os carros particulares.
**********
Podemos lembrar o jargão: “Isso é uma tragédia anunciada”. Os técnicos do governo e da Petrobras sabiam que a política de preços praticada pela Petrobras, um dia iria provocar a revolta do povo.  Se o povo se acomoda, em breve o litro da gasolina e do diesel estará custando entre 10 e 15 Reais.
*********
Onde já se viu se aumentar o preço do combustível de acordo com o aumento do barril de petróleo, que aumenta praticamente todo dia, basta um Aiatolá da vida se sentir traído na noite anterior, que baixa a caneta aumentando o preço do petróleo e no Brasil a Petrobras que foi saqueada, querendo se recuperar dos desvios de recursos dos seus cofres, provocado pelos políticos da cúpula brasileira, aumentam o preço do combustível praticamente todo dia.
**********
Os caras surrupiam a nossa maior empresa e a gente é quem paga o prejuízo!
**********
Por outro lado, os caminheiros estão radicalizando demais. Por que não liberam pelo menos alguns caminhões com produtos perecíveis, para o Brasil não parar de vez. Por que não aceitam o acordo, que dizem que não atende a categoria, do jeito que foi assinado e negociem o restante das reivindicações nos gabinetes. O prazo é de 15 dias. Vamos dar um voto de confiança ao governo, depois, caso não seja cumprido realmente na integra, voltem com mais força e parem de vez o Brasil. Desse vez oficialmente.
********  
O que não pode é o povo ficar pagando por uma coisa que não cometeu. Bloqueiem o acesso ao Congresso, ao Palácio do Planalto enfim a todos os órgãos do governo, mais não deixem o povo sofrendo.
*********
Preste atenção, se continuar do jeito que está, faltando gêneros alimentícios e combustível, o povo pode se voltar contra vocês caminhoneiros e aí a “Carreta Vai Pro Brejo”.
*********
Ta na hora de recuar, para estudar o que fazer. A radicalização do Movimento não trás solução!

Real Forte Príncipe da Beira (RO) Sera revitalizado com apoio do MinC



 
Maior edificação militar portuguesa construída fora da Europa, o Real Forte Príncipe da Beira, em Costa Marques (RO), será revitalizado com apoio do Ministério da Cultura (MinC). O ministro Sérgio Sá Leitão visitou o forte na semana passada, acompanhado do governador de Rondônia, Daniel Pereira, e colocou o Ministério à disposição para contribuir com os trabalhos de restauração, em parceria com outros órgãos e o governo estadual. Já está previsto um investimento federal inicial de R$ 785 mil. 
A primeira etapa para a revitalização é o desenvolvimento de um projeto permanente e sustentável de manutenção, preservação e uso adequado do local. Um dos passos para isso é construção de um canteiro modelo de conservação, cuja licitação está em fase de elaboração por parte do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), entidade vinculada ao MinC. 
O projeto do Iphan/MinC, no qual serão investidos R$ 785 mil, envolve obras de restauração, proteção de pisos internos das edificações, escoramentos complementares e a construção de um canteiro modelo de conservação, que contará com edifícios inspirados na arquitetura ribeirinha local e terá como função ser um receptivo de turistas e interessados nas visitações ao local. 
Localizado a cerca de 760 quilômetros de Porto Velho, às margens do Rio Guaporé, o Forte Príncipe da Beira tem grande importância para o patrimônio histórico e cultural brasileiro. "Pode ser um polo importante de atração de turismo e de geração de renda e emprego para a comunidade da região", observou o ministro. 
Da mesma forma que os demais fortes brasileiros, o Príncipe da Beira foi construído com objetivo de demarcar e defender as fronteiras, ainda no período colonial, definindo as terras que cada um dos antigos impérios, espanhol e português, controlavam dentro da América do Sul do século XVI até o início do século XIX. 
De propriedade do Exército Brasileiro, o Forte foi inaugurado oficialmente em 1783 e, conta com mais de 25,3 mil metros quadrados. Foi tombado como patrimônio cultural pelo Iphan e também pelo governo de Rondônia. Além disso, integra a lista das fortificações brasileiras candidatas a Patrimônio Mundial na Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).   
Com o passar dos anos e a falta de manutenção frequente, houve desagregação do solo e consequente desestabilização das muralhas, cobertas por vegetação e tomadas por roedores. O revestimento das muralhas também passou por processo de deterioração e ações de vandalismo. Desde a década de 1980, diferentes órgãos tentam uma solução para o uso e preservação do local. Só agora, esse projeto vai sair do papel. O valor estimado de toda a obra de recuperação do forte é de R$ 10 milhões.  
Assessoria de Comunicação - Ministério da Cultura

Juninho Thybau atração Atração do 2º SambArte


No próximo dia 1º de junho, o compositor e cantor Beto Cezar, promove no Calçadão Manelão em frente ao Mercado Cultural o 2º SambaArte movimento cultural que reúne em um só espaço, a arte de cantar e tocar samba e a arte de produzir quadros dos mais diversos estilos de arte plástica.
No naipe do samba, Beto Cezar vai apresentar o show do cantor e compositor carioca Juninho Thybau um dos integrantes do Projeto “Quintal do Pagodinho” e o prata da casa “Grupo Guaporé”. Nas artes plásticas, a artista convidada é a Gleyciane Prata que estará produzindo telas ao vivo.
Além dos artistas citados Beto Cezar informa, que o compositor e cantor Waldison Pinheiro e outros sambistas locais, participarão cantando suas obras.
O projeto SambArte começou com o show do cantor Alex Ribeiro filho de Roberto Ribeiro que apresentou as composições que fazem parte do seu primeiro CD “Chegou quem faltava”.
Juninho Thybau esteve se apresentando em Porto Velho na festa patrocinada pela prefeitura municipal alusiva ao Dia do Samba. em dezembro do ano passado. Thybau é integrante do Quintal do Pagodinho além de ser sobrinho do cantor Zeca Pagodinho. Para acompanhar Juninho Thybau Beto Cezar contratou um dos melhores grupos de samba de Porto Velho o “Doce Melodia”.
O Por ser num local aberto, Beto Cezar não cobrará ingresso, porém, solicita a quem quiser colaborar, dividindo parte das despesas, que está aberto a parcerias, os interessados devem entrar em contato pelo telefone 9 9223-4450.

quinta-feira, 24 de maio de 2018

Lenha na Fogueira - 25.05.18

O Casal Miguel Silva e Nazaré Figueiredo da Silva comemora na data de hoje, 50 anos de matrimônio. BODAS DE OURO!
*******
Já pensou! Poucos são os casais que conseguem chegar a tão encantadora comemoração. 50 anos de casados e a professora Nazaré com o Miguel Silva confirmam no dia de hoje 25 de maio, na igreja de Nossa Senhora do Rosário os votos feitos ha meio século.
*******
Na realidade, essa festa vem sendo esperada ha alguns anos, principalmente pela professora Nazaré Silva. “Graças a Deus que o dia chegou”. Os familiares do casal estão chegando de tudo quanto é canto do Brasil e até dos Estados Unidos vem gente.
*******
Com certeza, a igreja do Rosário ficará pequena para acomodar tanta gente. As felicitações começaram a chegar ha quase um mês. Falo isso porque trabalho ao lado da professora e vejo as mensagens que chegam durante o dia todo.
*******
O casal é muito considerado. Pela parte do Miguel porque ele desde quando aqui chegou, milita como apoiador dos desportos e ainda por cima, mantém um programa de rádio voltado para o seguimento, ha muitos anos.
*******
A professora Nazaré basta lembrar, que foi ela quem criou o Arraial Flor do Maracujá, além disso, é baluarte do segmento Biblioteca. Ela anda esse estado todo, “brigando” com os prefeitos e secretários de educação, para criarem biblioteca em seus municípios e cidades. Se não bastasse isso, ela é incentivadora da preservação do nosso Centro de Documentação do qual por muitos anos, foi responsável.
*******
Para completar, ela lutou e conseguiu, montar o Museu de Gente. Usando seus equipamentos, ela já entrevistou aproximadamente Mil pessoas por esse estado todo. Parte dessas entrevistas podem ser assistidas pelo Youtube, basa procurar “Museu de Gente”.
*******
Poucas são as pessoas que, não ouviram falar em Miguel Silva e Professora Nazaré. É como diz o paraense: “São mais conhecidos que farinha”.
*******
Tivemos o privilégio de ser convidado para tão maravilhosa festa. As Bodas de Ouro de Miguel Silva e Nazaré Figueiredo da Silva.
********
Que o manto de Nossa Senhora de Nazaré cubra de mais 50 anos de felicidade e de união exemplar, o casal amigo. Que Deus os abençoe. Parabéns Miguel e Professora Nazaré!
********
Depois da festa das Bodas de Ouro de Miguel e Nazaré vou apreciar a abertura da XXI Arraial Flor de Cacto. Hoje moro bem em frente ao campo 1º de Maio aonde durante dez dias, vai funcionar o segundo maior arraial junino de Porto Velho, o Flor de Cacto. Com certeza durante esses dez dias, vai ser difícil dormir cedo. Até porque, as apresentações folclóricas estão marcadas para começar todos os dias, após as 22 horas.
*******
Será que o movimento de paralisação dos caminhoneiros vai atrapalhar o Arraial Flor de Cacto. Com certeza vai, pois, a maioria dos que prestigiam o evento folclórico da Zona Sul, residem em outras regiões e dependem de ônibus e outros meios de transportes para chegar ao local.
*******
Vale lembrar, que os caminhoneiros não estão em greve, apenas pararam de trafegar, parando suas carretas em alguma pista de qualquer estrada. Isto causa o desabastecimento de tudo quando é produto alimentícios e principalmente o mercado de combustível.
*******


Por ojeriza do destino, o Movimento que queria apenas chamar a atenção do governo brasileiro, para o fato dos combustíveis Gasolina e Álcool, estarem com preços exorbitantes, terminou por deixar de vez, a população sem ter combustível para ir trabalhar, já que os “tanqueiros” também aderiram ao movimento.
*******
É a força de apenas uma categoria que está fazendo o Brasil refletir, sobre a falta de respeito para com seus cidadãos.
*******

A ganância do governo, é a responsável por tudo isso e mais alguma coisa!

Começa nesta sexta feira XXI Arraial Flor de Cacto

Com a apresentação do grupo folclórico Quadrilha Junina “Coração Dourado”, a XXI edição do Arraial Flor de Cacto será aberta na noite desta sexta feira 25, no Campo 1º de Maio no bairro Caladinho Zona sul de Porto Velho.
Serão dez dias de festa, onde o público terá a oportunidade de degustar um cardápio voltado para as iguarias das festas juninas como Pato no Tucupi, Galinha Picante, Munguzá, Milho cozido e assado, Tacaca, Vatapá e tantos outro pratos, que estarão sendo servidos nas barracas montadas no Arraial.
Segundo o coordenador do evento engenheiro civil Negaça além das barracas de comidas típicas, o arraial conta com o Parque de Diversão com Roda Gigante e muitos outros brinquedos que estarão funcionando durante os dez dias do Arraial.


DEZ Mil EM PREMIO


Negaça informa que este ano, os grupos de Quadrilhas Juninas que se inscreveram para participar do Festival que vai escolher a melhor quadrilha do Flor de Cacto, concorrem a premiação em dinheiro no valor de R$ 10 MIL ao grupo colocado em primeiro lugar. “Essa foi a forma que encontramos para transformar as apresentações mais atraentes”, disse Negaça.
A premiação fez com que os grandes grupos se inscrevessem, Girassol da Três Marias, Mocidade Junina, Flor da Primavera, Rádio Farol, e a Roça é Nossa, grupos considerados de ponta, estarão se apresentando visando levar os 10 Mil, que ajudarão e muito, na preparação das aprsentações futuras. “Se meu grupo ganhar esse festival, vou investir todo o dinheiro nas indumentárias que usaremos em nossa apresentação no Flor do Maracujá”, disse Rodrigo Cerdeira da Mocidade Junina.
As barracas, parque de diversão e ambulantes começam a atender o público a partir das 19 horas, a abertura oficial será às 21 horas e o primeiro grupo folclórico começa a dançar as 22h30.
O Arraial Flor de Cacto está montado na Zona Sul no Campo de Futebol 1º de Maio do Bairro Caladinho.

A principal via de acesso ao Flor de Cacto, é a rua Geraldo Siqueira.

Escola de música Laio vence concurso de bandas


A Escola de Música Francisco Lázaro dos Santos (Laio), da Prefeitura de Porto Velho, foi a grande vencedora do 2° Concurso de Bandas e Fanfarras ocorrido no Município de Rolim de Moura. O evento, realizado pela Coordenadoria Regional de Educação, contou com mais de 20 bandas e fanfarras do Estado de Rondônia.
Além do troféu na categoria de bandas e fanfarras, a Laio ganhou também o primeiro lugar nas categorias de Mor, baliza, linha de frente e corpo correográfico.
Para o secretário Municipal de Educação, Marcos Aurélio Marques, a vitória é motivo de orgulho para o Município, pois exalta o trabalho de excelência realizado pela equipe da Escola Laio, que leva à comunidade conhecimento, socialização, entretenimento e terapia através da música.
Marcos Aurélio destacou que a participação em eventos como esse em Rolim de Moura, assim como a vitória, demonstram a união e o esforço da equipe. “O contentamento dos alunos em fazer parte desse projeto é visível”, frisou o titular da pasta, acrescentando que a Prefeitura faz questão de apoiar esse trabalho por reconhecer a sua importância para a população de Porto Velho.

Transformação

A diretora da escola, Rosicléia Barbosa, declarou que apesar de toda a alegria oriunda da vitória, a sua maior satisfação é constatar diariamente o resultado benéfico da música e da arte na vida dos alunos. “Cada um deles apresenta um histórico de vida e a música é transformadora”, frisou. Este ano, segundo ela, o número de inscritos superou em mais de sessenta por cento o do ano passado.

Esse projeto, assim como os demais de nossa escola, têm causado uma verdadeira transformação na vida deles, portanto só temos a agradecer aos pais, professores e a toda equipe da Semed”, disse a diretora, citando o esforço e dedicação do vice-diretor da Laio, Raoni Mariano Sales, do maestro regente, Rodrigo Batista Balcazar, do 2° regente Matusalém Oliveira e do coordenador Marielson Lopes.

Fonte: Comdecom,