sábado, 30 de abril de 2016

Lenha na Fogueira - 1º de Maio - 16


Jorjão deixou a presidência da Funcultural e foi cantar de galo na Secretaria Municipal de Trânsito – SEMTRAN.
*********
O Rafael Altomar que era o vice do Jorjão assumiu a titularidade da pasta e o barco com certeza vai continuar singrando e vencendo o banzeiro cultural. Aliás, o Rafael realmente era quem mais comandava os projetos culturais da Fundação, pois o Jorjão ficava mais na área política.
********
Com certeza nada será alterado no que diz respeito ao repasse aos grupos folclóricos que vão participar do Circuito Junino cujo ápice é o Arraial Flor do Maracujá. A cultura municipal está em boas mãos. Só nos resta colaborar com a nova diretoria da Funcultural.
********
Manuel Português o maior defensor da atualidade, da preservação do que restou da Estrada de Ferro Madeira Mamoré protocolou junto aos Ministérios Público estadual e federal assim como em outros órgãos afins, mais uma denuncia. Escreve o Manuel Português:
********
Ao invés de ficarem bajulando as instituições que só fazem com determinações judiciais e não por vontade própria, deveriam exigir delas o cumprimento de suas atribuições institucionais. Não ao Golpe contra a Madeira Mamoré. Manuel Coelho.

********
Porto Velho 29 de abril de 2016: Pelo presente, venho junto de V.Exas, para solicitar que sejam tomadas em caráter de urgência, as medidas cabíveis que o assunto requeira.

********
Ontem 28 de Abril de 2016, pelo fim de tarde, tomei conhecimento através da Rede Social Facebook, denuncia do cidadão Sr. Luis Maximo ao Repórter Sr. William Ferreira da Silva, reportando a intervenção de que uma Empresa a mando da CAERD estaria causando sérios prejuízos ao Patrimônio Histórico da Madeira Mamoré e ao Patrimônio Ambiental, na região Km 6,5 da Estrada de Ferro Madeira Mamoré em Santo Antônio, e que esta obra de implantação de canalizações se prolongaria por mais 2 km ate á Estação de Tratamento da CAERD, localizada na área conhecida como Bate Estaca.

********
Segundo o denunciante, uma escavação está sendo realizada para instalação de manilhas na linha do trem. O morador afirma que o responsável pela obra seria Caerd (Companhia de Águas e Esgotos de Rondônia) a obra está sendo realizada ao lado da igreja da Vila de Santo de Antônio e irá até a cidade de Porto Velho.

********
Em contato com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) até o momento não confirmaram in loco a ação do trabalho, mas uma equipe irá até o local para acompanhar de perto tal obra.

********
Segundo o denunciante não existem quaisquer informes sobre as devidas autorizações para intervenção, estas que deveriam ter sido autorizadas pelo Iphan, Ibama, Sedam ou Sema, e etc.

********

A EFMM e tombada e protegida ate ao Km 8, pela Portaria Iphan 231/2007, pelo Decreto lei 25/1937 e o Decreto Minc 108/2006. A área em questão e de Domínio Do Patrimônio da União.

*********

Obs.: quando liguei no Iphan para informar o evento, o atendente ao se comunicar com alguém do setor, dizia ter um homem ”bravo” no telefone... ao ligar no MPF me diziam estar eu “exaltado” e quando liguei no MPE me disseram estar “desabafando”.

********
Se tal ocorreu de minha parte, se deve ao fato de apesar de estar “provocando” essas instituições com Ic´s etc e tal, e decorridos anos desde a data de origem, não ter visto na maioria dos casos, resultados concretos, ou seja, a solução final. Como disse alguém “é uma luta inglória”.

********
Essa é a luta do Manuel Coelho popularmente conhecido como Manuel Português! Enquanto outros querem colocar alambrado pra ninguém entrar na EFMM.

Concurso de Música Zezinho Maranhão


Pela primeira vez o governo do estado de Rondônia através da Superintendência da Juventude, Cultura, Esporte e Lazer – Sejucel abre Edital de fomento à cultura na área musical. “I Concurso Público Cultural de Música Zezinho Maranhão”.
O lançamento vai acontecer na próxima terça feira 03 de maio às 19 horas, no teatro Guaporé em Porto Velho. O Edital premiará seis iniciativas voltadas à área musical, em âmbito estadual, com destinação de recursos públicos para circulação de espetáculos ou show musical. “Lembramos que os interessados devem apresentar apenas projetos de shows ou espetáculo que estejam aptos a ser apresentados” lembra Fabiano Barros da Coordenação de Cultura.
A luta dos técnicos da hoje Sejucel em implantar em Rondônia os Editais de premiação, vem de muito longe. “Lembro que desde quando comecei a militar dentro da Secel no Departamento de Cultura participei junto com nossos técnicos, da elaboração de minutas de Editais para a área musical e sempre esbarrávamos na burocracia” lembra a diretora administrativa Cândrica Madalena – Bebel concluindo, “hoje, graças ao esforço da equipe do Fabiano e a compreensão dos Procuradores da PGE e principalmente a determinação do superintendente Rodnei Paes saiu o primeiro Edital de Música do Estado de Rondônia”.

Festa no Teatro Guaporé


A solenidade de lançamento ou abertura do Edital da Música Zezinho Maranhão vai contar, com apresentações de vários músicos cantores, cada um interpretando uma obra do Zezinho Maranhão.
Entre os participantes estão: Bado, Baaribu Nonato, Silvinho, Ceiça Farias e Anaiole Eba além de músicos que se colocaram a disposição para participar acompanhando os cantores.
O governador Confúcio Moura estará presente assim como parte do seu secretariado, porém, lembra Rodnei Paes, a festa é para os músicos. “Por isso esperamos o maior número possível de artistas músicos e produtores musicais no teatro Guaporé na noite de terça feira”.
A política do edital, coordenada pela Superintendência da Juventude, Cultura, Esporte e Lazer (Sejucel), visa estimular a reflexão e a experiência do público, além do compromisso com a sustentabilidade e com a inclusão social. Os projetos deverão valorizar a memória e a diversidade da cultura estadual, além de temas relevantes a sociedade contemporânea, novas linguagens, transversalidade das artes, educação, democratização e acessibilidade da cultura.
“É a consolidação das políticas públicas destinadas à cultura que todos envolvidos nos trabalhos da Sejucel buscam. O programa de editais é apenas umas das ações dessa superintendência e estamos caminhando paralelo à criação da lei de incentivo à cultura, a adesão dos municípios ao sistema de cultura em cem por cento até o fim de 2016, como também o cumprimento das metas estabelecidas no plano estadual da cultura”, disse o superintendente Rodnei Paes.

Será apresentado também à comunidade artística, o edital de cinema destinado à criação de documentários com temáticas ligadas a cultura rondoniense, como também os editais de fomento ao teatro e dança.

ZEZINHO MARANHÃO

Zezinho Maranhão (1959 – 2013), nascido na cidade de Santa Inês (MA), recebeu homenagem in memoriam no último dia 8, no Teatro Guaporé, em Porto Velho, com o título de Patrono da Academia de Letras de Rondônia. Após três anos de sua morte, ele é lembrado por grande parte dos intelectuais de Rondônia em shows e homenagens devido à obra deixada no estado, aonde chegou nos anos 80, adotando a cultura beradeira, o que o levou a participar de vários festivais, dividindo o palco com cantores renomados do Brasil.
Zezinho foi o maior vencedor do Festival Aberto de Música – FAM/SESC, aliás, desde o inicio de sua carreira Zezinho colecionou vários troféus como vencedor de festivais, o primeiro foi o Festival do Colégio Objetivo de São Paulo que lhe abriu as portas que o levou a gravar seu primeiro disco, um Compacto Simples (vinil) e logo depois o LP (vinil). Foi justamente numa viagem na qual veio divulgar esse trabalho musical em Porto Velho, que Zezinho cujo alguns familiares já residiam na capital rondoniense, resolveu fixar residência aqui. “Bebeu da água do Madeira não vai mais embora”, diz a lenda. Zezinho então passou a cantar as coisas da Amazônia colocando em suas letras de maneira especial seu amor pela terra que o adotou, veja Rondoniana e Porto, Velho Porto entre outras.
Na próxima terça feira 03, algumas das obras do Zezinho Maranhão serão lembradas durante o lançamento do “I Concurso Público Cultural de Música Zezinho Maranhão”. 

sexta-feira, 29 de abril de 2016

Lenha na Fogueira - 30.04.16


O jornalismo de Rondônia perdeu na tarde de ontem 29, uma das mais ferrenhas defensoras dos direitos humanos, Narah Rosane Zacarias Vargas 54 anos, popularmente conhecida como Nara Vargas.

********
Nara Vargas era daquelas que a gente podia literalmente considerar como colega de trabalho. Tinha algum problema relativo a direito trabalhalista, era só procurar a Nara que ela indicava o melhor caminho. A militancia socialista estava no sangue da gaúcha.

********

Assim saiu nas redes sosicias: “Nara Vargas ex-chefe de comunicação do município na gestão do ex-prefeito Roberto Sobrinho morreu na tarde desta sexta-feira (29), na Escola Estadual Rio Branco em Porto Velho, após sofrer um mal súbito”.

*********
Nara era professora de inglês e de acordo com informações de colegas de trabalho, ela havia reclamado de fortes dores no peito pela manhã.

********
O corpo de Nara foi encontrado em um dos banheiros da instituição. Pois é, além de jornalistas das boas, Nara era professora. Morreu trabalhando. Morreu transmitindo seus conhecimentos para os jovens.

********

De acordo com informações colhidas com professores, Nara estava com a pressão baixa e sentia dores fortes no braço. Em dado momento, a professora foi ao banheiro, mas não retornou. Uma senhora que realizava limpeza estranhou a demora da professora e resolveu olhar por baixo da porta e se deparou com Nara ao solo.

********
Em ato contínuo, a mulher pediu socorro e o diretor foi até o banheiro encontrando a professora. Uma aluna da escola que é auxiliar de enfermagem chegou a fazer massagem cardíaca, mas infelizmente Nara não resistiu e morreu. (do site News Rondônia)

********
Nos últimos dias Nara Vargas era uma das militantes mais participates dos atos contra o impecheman da presidente Dilma. Com a bandeira do PT enroplada no corpo, lá estava ela gritando “Não Vai Ter Golpe”. Pelo menos isso, ela levou, ou seja, não testemunhou o tal golpe que segundo ela e seus companheiros militantes afirmam que vai ter.
********
Golpe mesmo foi o que o destino aplicou na gente, ao levar Nara Vargas do nosso convívio. Golpe fatal, golpe triste, golpe inesplicável. Nessa nossa vivencia jornalísticas encontramos poucas pessoas tão sinceras como a Nara, pelo menos com nossa pessoa.

*******
Em sua conta no face book Nara Vargas publicou quinta feira (véspera do dia fatal) o seguinte texto:

********
Eu fico besssssta.... Com as "ações" de alguns Deputados Estaduais de Rondônia. Chega a ser quase um desvio de função. Um deputado usa a tribuna para convocar a população para audiência pública que vai discutir sobre o tema da campanha da fraternidade.( Não que isso não seja importante)
Uma deputada solicita ao governador do Estado e ao Departamento de Estradas e Rodagens (DER), o asfaltamento de uma rua numa cidade do interior.( lá não tem vereador? nem prefeito?). Outro " ouve reclamações de bairro" da capital. Outro "concede medalha..." Genteeeeeee...se vocês pudessem ler isso todos os dias... é como diz um amigo meu...de "cair os butiá". Assim era Nara Vargas.
********************


O Corpo de Nara Vargas esta sendo velado na funerária Universal. Descansa em paz jornalista amiga!

Asmarron promove Baile dos Bacuraus

Diretoria da Asmarron
A Associação dos Manicoreenses Residentes em Rondônia – ASMARRON vai realizar no próximo dia 7 de maio, em comemoração ao dia das mães o “Baile dos Bacuraus”.
O evento é a primeira ação da diretoria comandada pelo Edmilson dos Santos Coutinho. “O objetivo é colocar na casa Mirante Dois e Meio na Arigolândia, mais de 1000 mil manicoreenses”, disse Edmilson. A animação da festa contará com a participação das Bandas Sun Country e Piolho de Cobra. “Essa bandas têm músicos de Manicoré”, disse a diretora de eventos, odontóloga Deuzimar. Segundo Evandro Reis um dos principais incentivadores da Associação, várias comitivas confirmaram presença. “As caravanas vêm da cidade de Manicoré e Manaus e somam mais de 50 pessoas”. O presidente Edmilson lembra que a Associação realiza três eventos por ano em Porto Velho , um é o Forró da Luzia que sempre acontece no mês de agosto em comemoração ao dia dos Pais e os outros dois fazem parte da programação da diretoria de eventos da ASMARRON. Auridades de Manicoré como o prefeito e a secretária de educação Elda Gomes além do secretário de saúde de Rondônia Wiiliam Pimentel e o superintendente da Sejucel Rodnei Paes confirmaram presença no Baile.
Edmilson Coutinho presidente da Asmarron
Para o mesmo dia, está programado o jogo de futebol entre as equipes dos Manicoreenses que moram em Manicoré X o dos Manicoreenses que residem em Porto Velho, o encontro vai acontecer no estádio Aluizio Ferreira gentilmente colocado a disposição pelo Rodnei. “É provável que o Superintedente atue como goleiro num dos times assim como o gerente dos Correios de Manaus Manoel Marinho Neto que deve jogar pelo menos 20 minutos”, disse Edmilson.
Serviço
Baile dos Bacuraus
Local – Mirante 2.5 na Arigolândia
Dia – 07 de maio de 2016
Convite – Mesa (4 pessoas) R$ 50,00 Individual R$ 15,00
Início – 22 horas

São 250 Mesas que estão sendo vendidas a R$ 50 e individual R$ 15,00 – Solicitamos aos amigos, se possível, levarem um quilo de alimento não perecível que será doado às mães carentes de Manicoré

quinta-feira, 28 de abril de 2016

Lenha na Fogueira - 29.04.16



 Os Jogos Rio 2016 também são os Jogos do Brasil. Com o objetivo de levar o espírito olímpico às cinco regiões do país e preparar a população para o maior evento esportivo mundial, o Grupo Bradesco Seguros, patrocinador oficial e segurador dos Jogos Rio 2016, criou o Museu Itinerante Se prepara Brasil.

********

De 30 de abril a 31 de agosto, duas carretas passarão por 45 cidades apresentando uma exposição gratuita sobre rodas com mais de 100 peças do acervo do Comitê Olímpico Internacional (COI), do Comitê Olímpico do Brasil (COB) e do Comitê dos Jogos Rio 2016, além de coleções particulares.

********
Os veículos partirão de Vitória e Goiânia, em 30 de abril, e o Museu Itinerante estará em Porto Velho, nos dias 29 e 30 de maio, em frente ao Mercado Cultural. Após percorrer cerca de 30 mil quilômetros, as carretas se encontrarão no Rio de Janeiro e ficarão expostas na cidade olímpica durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016.

********

A Associação dos Ferroviários da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré, comemora neste sábado (30), O Dia do Ferroviário, e homenageia estes pioneiros que lutaram por décadas na construção de Rondônia. Na data que se comemora o dia destes trabalhadores, 30 de abril, a Associação convida a imprensa em geral para participar de um café da manhã, a partir das 8h40, na sede administrativa do Complexo da EFMM.

**********

Para os membros da diretoria da Associação dos Ferroviários da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré, há muito que se comemorar, pois os esforços da atual gestão vêm demonstrando resultados, através de seguidas ações na Justiça, que se concretizam em benefícios e diretos conquistados, não só para os ferroviários, mas também no que assegura a conservação e preservação do maior  patrimônio histórico e cultural do Estado.

********
A Entidade, representada pelo presidente José Bispo e o sindicalista George Telles (Carioca), parabeniza o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), que iniciou na última terça-feira (26), os trabalhos para realizar o gradeamento que delimita o Complexo da Estrada Ferro Madeira Mamoré. A iniciativa atende a uma deliberação do Ministério Público Federal (MPF) que visa facilitar a preservação do patrimônio histórico cultural e definir o horário funcionamento. A obra está orçada em R$ 400 mil.

*********
Temos que ser justos e reconhecer o esforço de cada parceiro que buscamos durante esta gestão, a quem nos aliamos para o bem maior, que é a preservação do Complexo Madeira-Mamoré. Diga-se de passagem, mérito de um trabalho desenvolvido e apoiado em grande parte pelo Governo Federal e Prefeitura "Funcultural" ressaltou Carioca, que destacou também o trabalho em parceria, que vem dando certo, com os Ministérios Públicos Federal e Estadual, nas ações judiciais.

********
A nota acima como se pode ver, é da Associação dos Ferroviários da Estrada de Ferro Madeira Mamoré que tem a frente nossos amigos Bispo e Carioca.

********
Agora vem a pergunta deste humilde colunista cultural! Será que vamos ter uma Nova Linha Divisória?

********

Concordamos que o Complexo Turístico precisa ser preservado, principalmente dos vândalos, mas, como é que queremos revitalizar o patrimônio histórico se limitamos a visitação dos turistas. Como que vai ser esse GRADEAMENTO.

********

Vão arrudiar os galpões com ALAMBRADO de arame, coisa que hoje nem nos estádios de futebol ou nas chamadas Arenas não se usa mais. Olhem o que vocês estão querendo fazer. Num futubro próximo o ferroviário não vai poder mostrar de perto para seus netos o TREM que ele ajudou construir...

Poeta Elizeu Braga apresenta o livro Mormaço


O livro Mormaço, do poeta Elizeu Braga, foi lançado dia 22 de abril, à noite, na Casa de Leitura Arigoca, localizada no tradicional bairro da Arigolândia. O evento cultural reuniu artistas, professores da UNIR, estudantes, jornalistas e leitores em geral, e contou com o apoio da Associação Cultural Rio Madeira, que co-produziu a obra, subsidiando a política de sustentabilidade daquele espaço cultural, através de convênio firmado entre a ACRM e a Arigoca.
Elizeu Braga é um escritor rondoniense, nascido na comunidade Tacoã, na região do baixo madeira, e foi o único escritor convidado a representar Rondônia na 10ª edição da Badalada Literária, em 2015, realizada no Estado de São Paulo. Ele criou há três anos o Espaço Cultural Arigocóca, premiado ano passado como Casa de Leitura pelo Ministério da Cultura. Na verdade o livro foi pre-lançado num modelo diferente: o fazimento ao vivo, e de forma artesanal, onde o leitor pôde escolher e até participar da confecção da capa. Isso chamou a atenção de muita gente.
Basinho, o presidente da Associação Cultural, esteve no lançamento do livro, onde cantou, prestigiou o nascimento de mais uma obra poética na cidade e provou o delicioso vatapá feito por Almira Lopes, uma das integrantes do Coletivo Dirigente da Arigóca.

Por lá estiveram também Marcelle Regina Pereira, diretora de extensão e cultural da Unir, o poeta Binho (Rubens Vaz Cavalcante), da Pró-Reitoria de Cultura, Extensão e Assuntos Estudantis (PROCEA) da UNIR, Luana Lopes, produtora cultural, Betânia Avelar, Adailtom Alves, professor de teatro, dentre outras figuras do mundo cultural.

quarta-feira, 27 de abril de 2016

Lenha na Fogueira - 28.04.16

Concurso Nacional Novos Poetas. Prêmio Sarau Brasil 2016.
 ********
Estão abertas as inscrições para o Concurso Nacional Novos Poetas, Prêmio Sarau Brasil 2016.
*********
Podem participar do concurso todos os brasileiros natos ou naturalizados, maiores de 16 anos.
*********
Cada candidato pode inscrever-se com até dois poemas de sua autoria, com texto em língua portuguesa.
*********
O tema é livre, assim como o gênero lírico escolhido. Serão 250 poemas classificados.
*********
A classificação dos poemas resultará no livro, Prêmio Sarau Brasil 2016. Antologia Poética.
*********
Concurso Literário e uma importante iniciativa de produção e distribuição cultural, alcançando o grande público, escolas e faculdades.
********
Inscrições gratuitas de 20 de fevereiro a 05 de junho de 2016 pelo site: www.concursonovospoetas.com.br. Realização: Vivara Editora Nacional. Apoio Cultural: Revista Universidade.

********
Amigo li a sua coluna em que falas da trajetória do falecido técnico de futebol Telê Santana. Lembro o amigo que na ocasião daquele jogo sinistro entre Peru e Argentina, na copa de 1978, o técnico da Seleção brasileira era o Claudio Coutinho também já falecido e que treinou o flamengo, quer dizer, o freguês do seu Vasco!
**************
Caracas, meu irmão como você deu uma mancada com relação à entrega do PERU, isso foi na copa de 1978, o técnico da Seleção Brasileira era o saudoso CLAUDIO COUTINHO, que é homenageado aqui com um belo ginásio, quando foi inaugurado e palco de um jogo da seleção brasileira feminina de Basquete. Com Paula e Hortência. o Telê Santana foi técnico em 82 e 86. Do mano Francisco Macedo.

*********
Isso é o que dá se meter na praia dos outros. Obrigado aos dois amigos pela correção.
*********
CineOca exibirá curtas pernambucanos no II Festival de Arte e Cultura da Unir - O cinema pernambucano vive, desde 1996, quando o Festival de Brasília consagrou “Baile Perfumado”, de Lírio Ferreira e Paulo Caldas, duas décadas de ouro. Cineastas como Cláudio Assis (“Amarelo Manga”), Marcelo Gomes (“Cinema, Aspirinas e Urubus”), Kleber Mendonça (“O Som ao Redor”), Camilo Cavalcante (“A História da Eternidade”) e Gabriel Mascaro (“Ventos de Agosto”) reforçam a fama do Estado.

*********

Mas quem pensa que a pujança do cinema atual é fruto do acaso não sabe da missa um terço. Dos ciclos mais produtivos – o primeiro durante o período silencioso, na década de 1920; o segundo pegando carona na bitola amadora do Super 8, na década de 1970 – até os dias que correm, a produção audiovisual de Pernambuco é das mais ricas e venturosas do cinema nacional.

*********

A prova disso é a monumental Antologia do Cinema Pernambucano, uma coleção com 212 filmes realizados no Estado, ao longo de 90 anos de altos e baixos, mas de persistência ímpar. Parte dessa coleção (22 curtas) será exibida pelo CineOca no II Festival de Arte e Cultura da Universidade Federal de Rondônia.

**********

Dentro da temática Cinema/Transcinema há filmes badaladíssimos como “That’s a Lero Lero”, de Lírio Ferreira e Amin Stepple, “Simião Martiniano”, de Clara Angélica e Hilton Lacerda. Na temática Câmera/Cidada destacam-se “Soneto do Desmantelo Blue, de Claudio Assis, e “Recife Frio”, de Kleber Mendonça.

********
A programação referente ao II Festival de arte e Cultura da Unir também vão acontecer no Mercado Cultural, sempre a partir das 19 horas.

*********
Hoje tem Kali com o show Sons da Alma. Amanhã Ernesto Melo e a Fina Flor do Samba entram na programação e se apresentam a partir das 23 horas. Tá boa a programação na UNIR!

Demarcação ganha agroindústria de farinha

Autoridades marcaram presença na inauguração 

A comunidade do Distrito de Demarcação localizado no Rio Machado a aproximadamente 200 km de Porto Velho com acesso apenas fluvial, festejou na manhã da última terça feira 26, a inauguração da Agroindústria de Farinha de Mandioca - Manoel Fagundes. A iniciativa é parte das Compensações do Consorcio Energia Sustentável do Brasil – UHE de Jirau assumidas com a população das localidades Demarcação, Gleba Rio Preto, Patoá, Independência, Santa Helena, Mucuín, Bom Futuro, Monte Sinai, Juruá, Palmeiras, Cururu e Roncador.
Antonio Lúcio presidente da Coomade
A agroindústria tem capacidade de processamento de aproximadamente 900 quilos por dia em período de alta produção. “Essa agroindústria vem beneficiar a comunidade de Demarcação haja vista que aqui já foram montadas várias casas de farinha chamadas agroindústria que na realidade nunca funcionaram como tal” disse o presidente da Coomade Antonio Lucio Lima.
Raimundo Jaquira Moraes Pinto eleito diretor do pólo de agroindústria de Demarcação disse “Essa unidade representa para todos nós um grande desenvolvimento, antigamente a gente para produzir a farinha tinha que fazer todo processo manual”.
José Melo financeiro da Cooperativa
A parceria da Cooperativa de Agroextrativismo do Médio e Baixo Madeira - COOMADE com os dois consórcios responsáveis pelas Usinas do Madeira tem como objetivo, a implantação de cinco agroindústrias sendo que duas já foram entregue a de Cujubim (polpa de fruta) e a de Demarcação (farinha), breve serão entregues a de São Carlos (castanha), Nazaré/Boa Vitória (polpa de fruta) e Calama (coco babaçu). “Na verdade isso faz parte de uma luta que a gente vem trabalhando há mais de dez anos” disse o diretor financeiro da Cooperativa José Wilson de Melo lamentando: “A compensação das Usinas está acontecendo, mas, a parceria dos poderes públicos não”.
Dona Francisca moradora mais antiga
Dona Francisca Barbosa dos Santos a mais antiga moradora de Demarcação “Nasci e me criei aqui”, do alto dos seus 73 anos de idade declarou: “Essa fábrica de farinha é uma boa coisa que vai ter aqui. O que ta difícil, é conseguir mandioca para produzir a farinha, porque os roceiros agora são poucos”

Alerta

Após os discurso e já degustando o almoço servido pela produção do evento, o senhor Heleno Pereira Felix (66 anos), procurou a reportagem e chamou a atenção para o seguinte: “É porque vocês não tiveram tempo para olhar as coisas que são de responsabilidade do estado e o que é da prefeitura. Não temos segurança, temos delegacia sem policial, temos um posto de saúde que não faz nem sutura, o colégio (municipal) não tem estrutura nenhuma, tem capacidade para 100 alunos, porém, como desativaram as demais escolas das localidades próximas, fica super lotado, os professores de Calama vêm fazer hora extra, pois, ninguém quer vir ser professor aqui pela falta de condições.
Heleno Pereira alerta sobre os problemas de Demarcação
Sobre a Agroindústria – Falei pro representante do Secretário de Agricultura estadual: vocês falaram muito bonito, mas, não ouviram as pessoas que conhecem a realidade da localidade. Essa Agroindústria vai ficar que nem uma Mesa de Centro, só pra enfeite. A terra de Demarcação não tem condições, isso aqui é uma Ilha e toda enchente por menos que seja, chega aqui, não como foi a de 2014, mas, chega. Esse ano não alagou mais o tanto que encheu matou tudo quando foi plantação. O secretário de Planejamento do Estado senhor Jorge veio aqui e disse que existe um dinheiro disponível para comprar uma terra que existe aqui perto, só que até hoje ninguém ouvia falar sobre esse processo. Não sou nenhum profeta, mas, como é que vamos produzir farinha se aqui só dá embaúba, sapé e outras ervas daninhas. “Não tem mandioca e nem o plantador de mandioca” denunciou seu Heleno.
Participaram da solenidade representantes dos governos, federal (IBAMA e MAPA), estadual (Seas, Emater e Seagri), municipal (Semagrife), Presidente da Câmara de Vereadores de Porto Velho além de representantes da diretoria da Usina Jirau e diretoria da OCB, COOMADE e representantes dos distritos de Nazaré, Calama, Cujubim, Bom Jardim do IESB, além da imprensa.

segunda-feira, 25 de abril de 2016

Lenha na Fogueira - 26.04.16

A ultima coluna terminou falando sobre futebol, especificamente sobre o campeonato de Rondônia. Hoje volto a falar sobre o tema para parabenizar a equipe do Rondoniense que em seu primeiro ano como profissional, conseguiu levar para suas hostes o título do 1º turno, numa disputa mais do que acirrada com o Genus.
*********
Até que enfim, a capital está com dois bons representantes no campeonato rondoniense. Lembrei do tempo do CFA. To falando da era do profissionalismo.
*********
Outra sobre esporte. Deu no Alto Madeira na Rua que o Telê Santa técnico dos melhores que já existiu no Brasil, não fez o suficiente para merecer tanta homenagem pela passagem de dez anos de seu falecimento. O colunista responsável pelas Notas, disse que como técnico da seleção brasileira ele não ganhou nada.

*******
Olha meu amigo, a seleção comanda pelo Telê Santa pode não ter sido campeã, porém, era bem melhor mesmo deixando de ganhar, que a atual seleção do Dunga e Neymar.

*******
Mesmo perdendo a gente gostava da Seleção do Telê que só não foi campeã do mundo, porque o Peru se vendeu para a Argentina. Lembra disso amigo e depois, porque o Flamenguista Zico errou pelnalty que nos classificaria em outra Copa.

*******
Ruim Mesmo, é suportar a seleção do Dunga jogar, com o Davy Luiz sem saber o que fazer, o Neymar criando caso e o goleiro que só está na seleção porque é do Internacional, clube do coração do Dunga. Será que vamos ficar fora de uma copa do mundo pela primeira vez? Se continuar sob o comando do Dunga sim!

********
Já que entramos no assunto, com certeza o K-1 da tira ai de baixo, deve estar falando sobre a 9ª partida que o Framenguinho não ganho do Vascão. Domingo passado foi mais uma peia na urubuzada!
********
Voltando ao normal. Os grupos folclóricos de Porto Velho estão com tudo e não estão prosa. Sábado passado 23, o boi mirim Brilhantinho lotou o clube “Escrivãs da Policia Civil”
*********
Percebi que os grupos de bois bumbas estão unidos, pois praticamente todos participaram com itens na festa do Brilhantinho Mirim. Diamante, Az de Ouro, Corre Campo, Manhoso tava tudo lá e mais os grupos de dança Yaporanga e o Payaku Maiacan do Alex que também criou o Bumbá Mirim Estrela de Fogo.
********
Só não foi mais legal por que a Cunhã Poranga do Garantido Verena Ferreira veio correndo. Poucos viram sua apresentação, uma vez que a passagem de volta para Manaus estava marcada para as 14 horas. Quer dizer, quem chegou após as 13 horas perdeu o show da jovem cunha.

*******
Outra mancada foi a falta da cunha do boi Flor do Campo de Guajará cuja apresentação constava do folder de divulgação mas, ela não veio. No mais foi uma festa maravilhosa, feijoada bem preparada e gostosa.

********
E ainda aconteceu a disputa da melhor cunha poranga da Diversidade sexual que nada-mais nada-menos quer dizer Gay! Quem venceu foi a John Lenon.
********
Os itens do Brilhantinho deram show de dança, elegância e coreografia. Parabéns a presidente Kete e toda sua diretoria.
********
Sábado passado a Quadrilha Roça é Nossa já tinha mostrado que os grupos folclóricos são a pedida do momento. A Festa do Cangaço da quadrilha da Fernanda e do Fernando Rocha lotou a Quadra da Associação do Esperança da Comunidade.

*******
Quem está muito devagar em relação ao Flor do Maracujá é a equipe de cultura da Sejucel, Pois até agora não abriu o processo de licitação para contratar a estrutura de arquibancada e sonorização da XXXV Mostra de Quadrilhas e Bois Bumbás – Arraial Flor do Maracujá.

********

Estou no distrito de Demarcação por isso amanhã não tem coluna.

Candeias abre a temporada de rodeios e agropecuárias

Shayane Mioto Rainha do Candeias
Aconteceu no último sábado 23, na Estância Dallas no município de Candeias do Jamari, concurso que elegeu a Rainha Shyane Mioto, 1ª Princesa Daiani Caroline Realto e 2ª Princesa Débora Vieira de Lima da 15ª Festa do Peão de Boiadeiro e a 1ª Garota Expoacan Diana Oliveira.
Jucile Moraes e Casa Grande coordenadores 
O público adepto do estilo Country lotou as dependências da Estância Dallas que contou também com a participação de várias “Comitivas” que atuaram como torcidas organizadas das candidatas. O casal Casa Grande Barros e Jucilene Moraes ele presidente da Federação de Rodeios de Rondônia foi o responsável pela organização da festa, que contou com a participação de mais de 15 jurados entre eles as jornalistas Yalle Dantas, Ivonete Gomes, Jean Carla, Marindia Moura e Gerson Costa e da colunista social e promoter Berta Zuleika além de empresários de Candeias e Porto Velho.



As 09 candidatas se esmeraram em suas apresentações inclusive, algumas disseram versos, tocaram berrante e estalaram o chicote além de dançar pisando forte com a bota no salão.

As eleitas marcarão presença durante a 15ª Festa de Boiadeiro e a 1ª Exposição Agropecuária de Candeias do Jamari – Expoacan que vai acontecer entre os dias 28 de abril e 1º de maio, com várias atrações artísticas como DJ Potência, torneio leiteiro, exposição de maquinários, rodadas de negócios, praça de alimentação, parque de diversão e rodeios com os principais peões brasileiros.