sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

LENHA NA FOGUEIRA - 29.12.12


Você sabia que o prefeito Emerson Castro autorizou o empenho dos subsídios destinados à montagem dos Blocos da Uniblocos e das escolas de samba de Porto Velho? Pois então fique sabendo.

*********
Acontece que o pessoal da Fesec e da Uniblocos ficou até as três horas da tarde de ontem correndo atrás de ajeitar o Projeto para que o mesmo fosse empenhado e quando estava tudo certo, o presidente da Iaripuna desapareceu da área e terminou prejudicando ou emperrando tudo.

**********
“Achávamos que o Tatá tinha acertado com o Sergio Pacifico, mas nem la ele foi, o Emerson ficou puto com ele, queria sair e deixar as escolas com dinheiro. Agora vamos esperar o Dr. Mauro assumir, e acertar com o presidente da Iaripuna para por o projeto antigo pra frente”, desabafa o secretário da Fesec Gilberto Carlos Cantarelli


********
Nota Dez para o Emerson Castro. Zero para o Tatá. Aliás, meu amigo Tatá vai ganhar o troféu “DESAPAREU”. Nunca vi sair de cena com tanta facilidade, quando mais a gente precisava dele ele desaparecia e não atendia nem telefone.

*********
O futuro presidente da Fundação Iaripuna agora vai ter que correr atrás do prejuízo o mais rápido possível, pois além de ter que liberar os subsídios das entidades carnavalescas, vai ter que providenciar a licitação que vai dizer qual empresa vai colocar as estruturas de arquibancadas, camarotes, sonorização e iluminação na passarela do samba Edson Fróes quando fevereiro chegar.

*********
Por falar em apagar das luzes:

*********
Ontem a Federon começou a distribuir os DVDs com as apresentações dos grupos folclóricos no Flor do Maracujá deste ano. Cada grupo tem direito a um DVD de sua apresentação.

*********
 Assisti o do Corre Campo. Levando-se em consideração que o Arraial foi montado às carreiras o trabalho ficou bom!

********
Por falar em Secel a secretária exonerou um bocado de gente da Gerencia de Esportes. A indignação aconteceu sábado passado durante um evento que aconteceu no estádio Aluizio Ferreira. Tem “neguim” com a mão na cabeça, correndo de um lado pro outro sem saber como vai fazer para manter o padrão sem o CDS.

*********
É jogo duro. “Escreveu não leu, ta fora”!

********

Bom mesmo vai ser a Roda de Samba do Beto Cezar de hoje no Mercado Cultural.

*********
Tem noticia boa para os que gostam de freqüentar, de ler, de ouvir, de assistir, eventos culturais.

*********

A presidenta Dilma, sancionou o Vale Cultura.

*********
Apesar de ter sido sancionado nesta quinta-feira (27), o benefício de R$ 50 mensais para os trabalhadores gastarem com cultura deve ser pago somente no segundo semestre de 2013. O governo federal tem 180 dias para regulamentar o Vale Cultura.

**********
A demora em fazer o Vale Cultura virar lei tem consumido o poder de compra do benefício. Desde que o projeto inicial foi proposto no Congresso, em 2009, até agora, o poder de compra já caiu 16,9%, de acordo com estudo da FGV (Fundação Getúlio Vargas).

*********
"Realmente há uma defasagem, mas nós fizemos um cálculo e, se fôssemos ampliar, ia ser muito mais complicado. Acredito que com R$ 50 por mês dá para pegar um bom cineminha e ainda um teatro", afirmou a ministra da Cultura, Marta Suplicy.


*********
Apesar de ter sido pensado para atender os cerca de 17 milhões de trabalhadores com carteira assinada que ganhe até cinco salários mínimos (R$ 3.390), Marta afirmou que se trata de um número "potencial". O governo trabalha com uma previsão "otimista" de 10 milhões de beneficiados.

**********
Dos R$ 50 mensais, R$ 45 serão bancados pelo governo federal via renúncia fiscal aos empregadores (cerca de R$ 7 bilhões anuais) e o restante, pelos trabalhadores ou pelas empresas que quiserem custear.

**********

A adesão ao benefício não é obrigatória. Para Marta, vai existir "pressão" para que as empresas implantem o Vale Cultura. O governo quer que os aumentos do benefício, não previstos na legislação, sejam bancados pelo setor privado.

**********
O Vale Cultura poderá ser usado para aquisição de produtos culturais de qualquer espécie, a critério do trabalhador. Segundo a ministra, isso não significa necessariamente que as grandes produções serão beneficiadas com o aumento de público.

*********
Ela descartou qualquer possibilidade de o governo condicionar os gastos. "A graça desse projeto é que a pessoa escolhe onde quer gastar. Se eu quero gastar tudo em livro, eu vou gastar, se eu quero economizar para ir a uma peça de R$ 200, eu vou fazer", afirmou.

**********
O Vale Cultura havia sido apontado como prioridade da ex-ministra Ana de Hollanda, que deixou a pasta em setembro sem conseguir a aprovação do projeto.

**********
Assim que assumiu o ministério, Marta Suplicy transformou o benefício em vitrine de sua gestão e foi ao Congresso pedir urgência na votação.

**********
Apesar dos pesares, cinquentinha é melhor que um chute no saco!

Um comentário:

arnaldo batista martins disse...

TUA VIDA AMOROSA NÃO VAI INDO TÃO BEM ? CRISE,BRIGAS,DESENTENDIMENTOS E RAIVA TODOS OS DIA ? VEJA http://bit.ly/8passosrelacionamento COMO RESOLVER DE FORMA SIMPLES E SAUDÁVEL, CONHEÇA OS 8 PASSOS PARA SALVAR SEU RELACIONAMENTO DE FORMA SAUDÁVEL..!